Como a internet realmente funciona?

Há muitas informações que eu vi em protocolos / camadas TCP / IP, DNS, LANs, VPNs, esquemas NAT, SSL / TLS / etc., E similaires, ou seja, eu diria, são mais "voltados paira o user" aspectos da forma como a internet funciona. Mas tente o que posso, é difícil saber como a internet realmente funciona (suas pairtes "internas" etc.).

Algumas perguntas de exemplo, paira mostrair o que quero dizer com isso …

  • Quando envie uma mensagem paira um computador pela internet, onde (quais types de locais / organizações e fisicamente onde) a mensagem passa até chegair ao seu destino?
  • Por que eu preciso obter internet de um ISP? Por que não consigo conectair-me diretamente à internet?
  • O que compõe o "backbone", o núcleo principal da internet, e como isso funciona? Isso é um segredo, talvez?

Assim…

1) Como a internet realmente funciona; O que o faz "girair"?

2) É possível encontrair mais informações boas sobre essas coisas na web e, se sim, quais são alguns bons resources paira isso?

  • Como o próximo salto é definido na tabela de roteamento?
  • OSX: ssh: Não foi possível resolview o nome do host: nodename nem servname fornecido, ou não conhecido
  • Wi-fi Router Modo amigável ao vizinho?
  • Qual é o número máximo de IPs que podem ser atribuídos a um determinado computador?
  • Ativair / desabilitair a interface sem fio em um file de morcego
  • Como posso forçair a desmontair um dispositivo de networking no Mac?
  • Como exatamente um proxy funciona?
  • Diferença entre o ponto de access e a ponte?
  • 2 Solutions collect form web for “Como a internet realmente funciona?”

    A internet é uma networking de networkings.

    Digamos que você tenha uma networking de 10 sistemas, cada um com um endereço IP, e Tom tinha uma networking, e Alice tinha uma networking. Você precisairia de uma connection sepairada com Tom e Alice paira conviewsair com o custo associado.

    Agora, digamos que Tom está conectado a Alice, e você está conectado a Tom, e Tom permite que você se conecte com Alice através dele – isso está olhando.

    Imagine precisair se conectair a uma centena de pessoas diferentes sepairadamente. Você não pode ter networkings intercontinentais ponto a ponto, então você possui uma série de conexões de alta capacidade, que são muito cairas de manter. Você poderia, em teoria, ligair-se à espinha dorsal principal ou executair o seu próprio, mas é mais bairato comprá-lo de um revendedor, IE um ISP. O ISP também tem acordos de peering (então você não precisa fazer acordos sepairadamente com Tom, Alice, Ali, Ivan, Ravi, Vanda ….).

    A internet funciona, pois vincula essas networkings vairiadas e totalmente desconectadas de forma coerente. Praticamente, cada "networking" é um AS que é uma coleção de networkings.

    Agora que obtivemos uma visão geral, você pode rastreair a rota que você levairia a um server com tracert no Windows e no traceroute no linux. Cada rota teria lúpulo dentro do ISP, paira um ISP maior e paira sua localization final

    geek@tamandua:~/pystatgrab-0.5/glances-1.1.3$ traceroute www.superuser.com traceroute to www.superuser.com (64.34.119.12), 30 hops max, 60 byte packets 1 menu (192.168.1.254) 7.264 ms 7.224 ms 7.192 ms 2 bb219-74-xxx-x.singnet.com.sg (219.74.xxx.x) 17.088 ms 18.808 ms 20.773 ms 3 202.166.xxx.xx (202.166.xxx.xxx) 22.701 ms 24.651 ms 26.585 ms 4 xe-0-0-0-3000.qt-air04.singnet.com.sg (202.166.121.129) 28.496 ms 30.633 ms 32.386 ms 5 xe-8-3-0-0.qt-cr02.singnet.com.sg (202.166.126.209) 34.427 ms 36.272 ms 38.153 ms 6 ae6-0.singha.singnet.com.sg (202.166.120.186) 40.136 ms 13.885 ms 13.848 ms 7 ae5-0.beck.singnet.com.sg (202.166.126.41) 15.732 ms 12.018 ms 13.772 ms 8 203.208.190.57 (203.208.190.57) 17.938 ms 17.923 ms 19.544 ms 9 ge-1-0-0-0.sngc3-dr1.ix.singtel.com (203.208.173.134) 21.731 ms 203.208.171.213 (203.208.171.213) 23.515 ms 203.208.171.217 (203.208.171.217) 27.320 ms 10 ge-1-1-3-0.sngtp-dr2.ix.singtel.com (203.208.152.21) 29.300 ms 29.313 ms 203.208.171.197 (203.208.171.197) 31.083 ms 11 so-3-0-0-0.laxow-cr1.ix.singtel.com (203.208.151.222) 212.783 ms so-2-0-0-0.laxow-cr1.ix.singtel.com (203.208.151.86) 226.137 ms 202.607 ms 12 203.208.153.142 (203.208.153.142) 204.518 ms 208.651 ms ge-7-0-0-0.laxow-dr2.ix.singtel.com (203.208.183.158) 209.639 ms 13 peer1.com.any2ix.colorsite.com (206.223.143.79) 197.931 ms 199.860 ms 213.576 ms 14 10ge.ten1-1.la-600w-cor-2.peer1.net (216.187.88.146) 203.925 ms 219.400 ms 221.328 ms 15 10ge-ten1-2.dal-eqx-cor-1.peer1.net (216.187.124.122) 266.703 ms 266.687 ms 268.531 ms 16 10ge-ten1-1.dal-eqx-cor-2.peer1.net (216.187.124.134) 282.273 ms 247.504 ms 249.410 ms 17 10ge-ten2-1.atl-telx-cor-1.peer1.net (216.187.124.118) 251.279 ms 253.250 ms 255.212 ms 18 10ge-ten1-1.atl-101mair-cor-1.peer1.net (216.187.120.226) 246.224 ms 262.020 ms 252.336 ms 19 10ge.xe-1-0-0.wdc-eqx-dis-1.peer1.net (216.187.115.37) 281.690 ms 269.931 ms 285.666 ms 20 10ge.ten1-2.wdc-sp2-cor-1.peer1.net (216.187.115.234) 287.404 ms 289.290 ms 291.204 ms 21 216.187.120.254 (216.187.120.254) 293.154 ms 295.091 ms 263.393 ms 22 10ge.xe-2-0-0.nyc-telx-dis-1.peer1.net (216.187.115.221) 265.291 ms 267.265 ms 282.774 ms 23 10ge.xe-0-0-0.nyc-telx-dis-2.peer1.net (216.187.115.182) 278.996 ms 267.974 ms 271.307 ms 24 oc48-po3-0.nyc-75bre-dis-1.peer1.net (216.187.115.134) 273.482 ms 275.482 ms 277.317 ms 25 gwny01.stackoviewflow.com (64.34.41.58) 292.767 ms 294.730 ms 296.702 ms 

    Neste caso, eu sou quatro saltérios da troca local de singtel (XE), nove saltos paira os roteadores de singtel com o nome de cerveja, 11 saltos paira a sua troca de LA (laxow), transferidos pelo peer 1 em Los Angeles até o 1 de igual em Nova York. Finalmente, o ISP no hop 25 pode passair o nosso tráfego paira os serveres do Stack Oviewflow. Nosso tráfego com Stack Oviewflow, neste caso, viaja através de 25 networkings conectadas até chegair aos serveres Stack Oviewflow.

    Singtel é um AS paira nossos propósitos, como é o ponto 1.

    Essas routes são decididas pelo BGP entre as networkings (de modo que eu iria conectair de singtel paira peer 1 LA) e IRP dentro de um AS .

    Hipoteticamente você PODERIA executair seu próprio AS, fazer seus próprios acordos de peering e assim por diante, mas seria muito cairo

    Aqui está uma visão de muito alto nível.

    A Internet é basicamente um grupo mundial de computadores em networking, paira facilitair a enorme quantidade de tráfego transportado por essas networkings, goviewnos e empresas privadas colocam cabos maciços entre países, esses principais cabos são a "espinha dorsal" da Internet. Ocasionalmente, um navio airrastairá uma âncora sobre um destes e danificairá ou possivelmente quebrá-lo, se isso acontecer, pode causair uma crash maior paira um determinado país.

    Paira se conectair a este backbone, você precisa pagair taxas paira o proprietário do cabo e você precisa do hairdwaire, estes são custos importantes, na order de centenas de milhaires, se não milhões de dólaires, se você tivesse o dinheiro pessoalmente, você poderia se conectair sem um ISP. A maioria das pessoas achou mais rentável pagair uma pequena taxa mensal.

    Sempre que você envia informações pela Internet, a informação tem um destino, um URL, por exemplo. O equipamento de networking considera muito difícil dirigir uma mensagem (dividir em "packages") paira um endereço de text paira que os equipamentos de networking chamados de roteadores airmazenem lists internas de URLs correspondentes a endereços numerados, um endereço IP, por exemplo: 203.35.57.110. Isso é chamado de DNS (Domain Name System), existem várias camadas de serveres DNS, se um server DNS não conseguir encontrair um IP em seu próprio DNS, ele pergunta o "pai".

    Esses endereços geralmente são divididos em ranges entre países, ou seja, 203.xxx é Austrália. Nem todas as networkings conhecem todos os endereços IP, eles só conhecem uma list muito pequena de endereços, o suficiente paira direcionair qualquer package que venha a path.

    Exemplo: você deseja abrir a página inicial do superuser.

    1. Você digita superuser.com no seu browser e pressione enter.
    2. Seu computador analisa o DNS interno paira o superuser.com e o conviewte em um IP, se não o encontrair em seu DNS, ele pede o DNS do seu ISP e assim por diante até a cadeia até obter um IP (64.34.119.12).
    3. Seu computador pergunta ao roteador do seu ISP paira enviair packages de solicitação paira 64.34.119.12
    4. O roteador do seu ISP analisa suas tabelas de roteamento paira view onde deve enviair sua solicitação, ele vê que 64.xxx está fora de sua networking local e, portanto, não pode enviá-lo diretamente, então ele envia a solicitação paira um roteador de nível superior.
    5. Isso continua e continua até que o package atinja um roteador que sabe que este IP está em algum lugair nos EUA, então ele envia o package paira o roteador mais próximo paira os EUA de que ele conhece.
    6. O roteador dos EUA vê que o próximo número no IP é 34, e se sabe que isso está na costa leste em algum lugair, então ele o envia nessa direção.
    7. Em algum lugair da linha, um roteador vê que o IP é alocado paira um ISP específico, então ele o envia paira esse ISP.
    8. O roteador do ISP vê que o IP é um deles e sabe exatamente paira qual máquina enviair.
    9. A máquina receptora recebe o request e vê que você solicitou a página inicial, paira que ele junte os dados e o envie de volta paira você.
    10. O process começa tudo de novo.

    Isso acontece em questão de milissegundos.

    Esta é apenas uma visão geral simplificada, os IPs podem ser alocados de diferentes maneiras, uma grande empresa ou organização militair pode possuir todos os 125.xxx.xxx.xxx, contudo um pequeno país só pode ser alocado 275.24.xxx.xxx.

    Nós somos o genio da rede de computadores, vamos consertar as questões de hardware e software do computador juntos.